Publicado por: intrigando | 21 de maio de 2010

Obnubilados primeira impressão


Anúncios
Publicado por: intrigando | 21 de maio de 2010

Teaser do documentário Obnubilados




Fábio “Bolachinha”, ambulante da Estação Mussurunga, Salvador-BA

As relações de trabalho da atualidade mantêm as mesmas características, e sofreram poucas mudanças substanciais e relevantes. Segundo um artigo publicado no portal Cultural Brasil , estas realizadas desde a divisão técnica do trabalho, – que surgiu antes da Revolução Industrial (século XVIII), e foi alavancada com o desenvolvimento da agricultura. A divisão foi feita a princípio para um melhor aproveitamento da força de trabalho, pois era feito de acordo com a força física. Diferenciava-se entre homens e mulheres, adultos, crianças e anciãos, por exemplo. Leia Mais…

Publicado por: intrigando | 20 de maio de 2010

Histórico das relações de trabalho no Brasil



Marcelo Hamíltom de Jesus, especialista em História do Trabalho

Para entendermos os processos que proporcionam a invisibilidade social do trabalho no contexto socioeconômico do Brasil é de fundamental importância compreender a história das relações de trabalho no país. Segundo Helena Lewin (1984, p. 123) “ é sem dúvida através do estudo das classes sociais que se consegue enlaçar a totalidade estruturada que corresponde tanto à singularidade das formações sociais, dentro de cada modo de produção, como as singularidades dos diversos modos produtivos”. Sendo assim, é  através do estudo da formação das classes que se tende a dar uma totalidade estrutural nos aspectos que compõem tais fenômenos sociais.

Leia Mais…

Publicado por: intrigando | 6 de maio de 2010

Aspectos psico-sociais da invisibilidade social



Fernando Braga da Costa, doutor em psicologia

A invisibilidade pública é uma ferida social que abrange vários aspectos nas relações entre dominado e dominador, empregado e sociedade. Suas consequências provocam uma série de complexos psicológicos, tema principal e base de estudo do Dr. Fernando Braga da Costa em seu livro “Homens invisíveis – Relatos de uma humilhação social”, livro que serve como referência dos nossos estudos práticos sobre os aspectos psicológicos como consequência de tal ferida social. Leia Mais…

Publicado por: intrigando | 22 de abril de 2010

Os invisíveis sociais


Para o mestre em sociologia Sílvio Benevides, o ponto de vista da sociologia retrata que “a invisibilidade social, seja ela qual for, é fruto da exclusão social, que, por sua vez, resulta do desrespeito à cidadania e aos direitos humanos.”

Essa diferenciação resulta que alguns indivíduos não são percebidos, ou não são vistos como deveriam ser, pois a própria sociedade em geral dominante, não os trata como indivíduos dotados de direitos, apenas vistos como meras parcelas mecânicas, obrigadas e relegadas aos deveres e serviços. Diante disso, “o foco da invisibilidade social está diretamente ligada à questão do reconhecimento, ou melhor, a falta de reconhecimento.” (BENEVIDES, 2010)[1]. Em linhas gerais, implica o olhar do outro como um sujeito diferente do semelhante, abaixo de si, porém, com direito a ter direitos para que, assim como o outro, também tenha condições de construir uma vida com dignidade.


[1] Entrevista realizada no dia 13.03.2010

Publicado por: intrigando | 8 de abril de 2010

Vida aos invisíveis!


 

Um espaço onde os trabalhadores essenciais deixam de ser invisíveis.

O blog é uma iniciativa criada para ampliar a discussão sobre os invisíveis sociais, suas causas e consequências.

Justificar, tratar e divulgar questões tão relevantes e tão presentes na sociedade, mas que os próprios integrantes dela fazem questão de distanciar, maltratar e menosprezar.

Categorias